Terça-feira, 30 de Setembro de 2008

No último ano lectivo, os alunos tiveram mais 30 minutos para realizar os seus exames. Foram vários os exames cujos resultados melhoraram, com o Ministério da Educação a assinalar esse facto.

Paulo Guinote, no blogue "Educação do meu umbigo" comentou assim uma notícia que dava conta que depois do Ensino Secundário, também os exames do básico passariam a ter uma tolerância de mais 30 minutos: “ninguém no ME se lembrou até hoje de uniformizar critérios, de ano para ano, para os exames do mesmo ano de escolaridade, de modo a que eles sejam comparáveis no tempo e se possa desse estudo diacrónico extrair conclusões relevantes. O que temos é, a cada ano que passa, mexidas na estrutura do exame, na forma de o conceber e, agora no tempo disponível para o realizar. Assim, claro, nunca há maneira de sabermos exactamente o que é comparável. E esse tipo de confusão não percebo bem a quem interessa”.



publicado por GP/PSD às 18:17 | link do post | comentar

Temas

100% aprovações

apresentações

avaliação das escolas

avaliação: notas dos alunos

clipping

contributos

custos com retenções

debate

declaração

estatuto do aluno

facilidade dos exames

facilitismo

fim do exame de filosofia

opinião

perguntas

provas globais

rankings

resultados sem comparabilidade

todas as tags

Posts recentes

Pedro Duarte interpela a ...

Escolas estão a aplicar d...

PSD pede apreciação parla...

Ministra no Parlamento se...

Ministra da Educação diz ...

Ministério afirma que sem...

Ministério não considerou...

PSD confrontada Ministra ...

arquivos

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

links
.